27 de jan de 2009

Verdade ou mentira? - Dinâmica para o início das aulas

Excetuando-se as classes novas, todo ano eu começo com uma classe que já se conhece e eu tenho que conhecer a todos e tentar integrá-los ao máximo. Essa dinâmica mostra que nem sempre a gente conhece bem quem está do lado, nosso conhecimento é muito limitado e restringe-se ao ambiente em que estamos.

Essa dinâmica é muito útil para mim porque quando dou as aulas de inglês ou espanhol procuro inserir o que estou ensinando à realidade do aluno. É importante saber do que eles gostam e o que fazem fora da escola para tornar a aula mais interessante e também mostrar de forma objetiva como usar em seu cotidiano o que estão aprendendo.

Entrego um pedaço de papel a cada aluno e digo que terão que escrever nele 3 frases sobre si mesmos, sendo que uma delas será falsa. Mas não devem escrever coisas óbvias como 'tenho olhos verdes' e sim coisas que os amigos saberiam sobre ele, como 'já fui ao Japão', por exemplo.

Peço a eles que coloquem o nome e escrevam as 3 frases (e é claro que eu vou guardar esses papéis para uso posterior quando for preparar as aulas), depois eles me entregam todos. Escolho um papel aleatoriamente e leio a primeira frase, perguntando de quem é. A classe vai dando seus palpites e instruo os alunos que quando identificaram o que escreveram disfarcem e também digam que acham que é do Fulano.

Anoto na frente da frase o nome de quem a maioria da classe achou que era o dono e escolho outro papel. Vou lendo as primeiras frases de cada um, depois começo a ler a segunda e por fim a terceira frase, sempre anotando na frente da frase de quem a classe achou que era.

No final todos já estão ansiosos e eu leio a frase e digo: essa que vocês acharam que era do Fulano na verdade é da Sicrana. E faço algumas perguntas sobre a frase à aluna. Vou fazendo isso até terminar e depois pergunto aos alunos o que acharam da brincadeira.

Eles normalmente acham divertido porque ficam sabendo mais sobre os colegas e também ficam surpresos por saber relativamente pouco sobre eles.

Eu já tive grandes surpresas com essa brincadeira, uma vez uma aluna escreveu 'já tive uma parada cardíaca' e todos achamos que a frase era falsa mas era verdadeira, depois pedi a ela que contasse como isso aconteceu. Outra aluna escreveu 'já viajei de avião 63 vezes' e também era verdadeira.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

26 de jan de 2009

Questionário para professores

Adicionei hoje um questionário para conhecer melhor os professores que frequentam o blog e saber o que procuram aqui.

Respondendo o questionário com seu nome e email corretos eu posso responder às suas dúvidas e também ajudá-los a encontrar aquilo que procuram. A 'troca de figurinhas' é uma forma excelente de crescer em nossa profissão e tanto os pedidos de ajuda quanto as sugestões serão levados em consideração e respondidos sempre que possível.

Responda o questionário no rodapé do blog e ajude-me a melhorar, trazendo o que vocês procuram, certo? Obrigada a todos os que participarem!

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

Passinho pra frente

Essa brincadeira é outra maneira de trabalhar os adjetivos usados para descrever pessoas, o verbo 'to be' e o verbo 'to have'. Ideal para se trabalhar com crianças e adolescentes, bom para um dia em que já estão todos cansados e quase dormindo em cima das carteiras.

Prepare papéis com adjetivos ou coisas que as pessoas possam ter, mande todos ficarem em pé no fundo da sala. Aí devem dar um passo a frente todos os que se enquadrem no que vai dizer.

Por exemplo: Go ahead who...
has a dog
has blue eyes
is tall
is twelve years old

E assim por diante, até que sobre apenas um aluno. Peça então a outro aluno que explique porque ele ficou na final. O aluno deve dizer: s/he's is the winner because s/he' tall, has a dog, has blue eyes, etc....

Na verdade o prêmio vai para quem conseguir explicar direitinho sem erros porque o aluno está ali. Para o aluno que se encaixou no perfil você pode dar um prêmio de consolação ou apenas uma lembrancinha, já que ele não fez nada para estar ali e o merecedor do prêmio é quem conseguir explicar certinho o perfil dele.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

20 de jan de 2009

Qual é a música

A TV pode nos dar muitas sugestões de como fazer brincadeiras com nossos alunos. O programa 'qual é a música' fez muito sucesso na TV e pode fazer também na sua sala de aula.

Se você é professor de inglês ou espanhol, seus alunos sempre devem pedir que ensine músicas, os meus também. Eu ensino, mas de um jeito particular que vou mostrar mais adiante. Quando chega o final do ano ou do semestre, se você gosta de música, deve ter ensinado umas 4 ou 5 - ou até mais, dependendo do caso. Pelo menos uma vez por mês eu ensino uma música, então no final do semestre já ensinei mais ou menos essa média.

Um pouco antes das provas, para dar uma folga aos alunos e também para dar um tempo para que eles façam as atividades antes da prova, reservo meia hora de uma aula para fazer essa brincadeira.

Como sempre guardo umas cópias da letra das músicas que ensino (se você não guarda é só imprimir uma cópia), eu corto em partes com 3 ou 4 linhas cada todas as músicas que ensinei, o que dá um monte de tiras de papel. Divido a classe em grupos e coloco as tiras com as partes das letras das músicas cortadas em uma sacolinha e peço a um aluno que pegue uma tira.

Ele tem que cantar a parte que pegou (pode ser ajudado por seu grupo) e o grupo contrário tem que dizer o título da música. Depois que vários alunos dos 2 grupos já fizeram isso eu começo a segunda parte da brincadeira, escolho um grupo e retiro uma tira, canto uma parte da letra e o grupo tem que completar.

Quem erra perde um ponto, quem acerta ganha dois. No final vejo o grupo ganhador e distribuo bombons ou outra coisa qualquer. Para o grupo perdedor dou uma bala para cada um porque acho chato não dar nada, então dou um 'prêmio de consolação'.

É legal fazer isso com músicas que você tenha ensinado, assim todos sabem a letra. Você pode combinar com eles que dêem antes uma lida nas letras ou que ouçam a música porque você vai fazer essa brincadeira com eles, assim eles se preparam antes e a brincadeira rende mais.

No meu caso, que faço um blog para cada classe, sempre que ensino uma música coloco-a no blog para que possam recordar e ouvir quando quiserem, mas se você não tem um blog para seus alunos pode procurar o clip no YouTube e enviar o link por email para seus alunos.

Caso queira criar um blog para postar coisas para os alunos, consulte o blog Professor.net e ponha mãos à obra!


assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

13 de jan de 2009

O porco


Esse jogo é interessante para ensinar as partes do corpo e também para divertir os alunos. Não gasta muito tempo, portanto você não terá problemas se estiver um pouco atrasado.

Faça um cartaz parecido com essa figura, não precisa colocar todas essas partes aí, coloque apenas as que você já ensinou, no mesmo número de alunos que participarão da brincadeira. O jogo também pode ser feito em português ou espanhol.

Coloque o cartaz na parede e diga aos alunos que você matou um porco e está vendendo as partes. Peça a cada um que escolha a parte que quer comprar. Entregue a cada um deles um 'recibo', um papelzinho com o nome da parte que compraram para não esquecerem.

Passe então à segunda parte da brincadeira, explique que você vai fazer perguntas e eles só podem responder com a parte que compraram, acrescentando preposições.

Prepare perguntas que fiquem engraçadas, tais como: 'onde você guarda seus livros' e pergunte ao aluno que escolheu 'nariz', por exemplo. Os alunos dão muita risada com esse jogo. Uma vez perguntei a uma aluna 'what do you use to write a letter?' e a classe chorou de rir quando ela disse 'the tail'.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

12 de jan de 2009

Quem conta um conto...

Você começa contando uma história (em inglês ou espanhol) e aponta um aluno, que deve continuar de onde você parou.

Em dado momento você mostra uma figura ou objeto e ele tem que inserir esse objeto em sua história. Por exemplo: 'I went to Paris last month... (você mostra um táxi) and took a cab at the airport...). Assim que ele conseguir, aponte outro aluno que vai continuar a história de onde o aluno anterior parou. Mostre outra figura bem no meio da história e continue assim até acabarem os alunos.

Leve várias figuras ou objetos e mostre nos momentos mais inoportunos para que eles 'se virem' para inserir o objeto na história.

Eles costumam divertir-se muito, costumo fazer esse jogo com turmas de nível avançado, normalmente nas primeiras aulas do semestre como forma de 'aquecimento', porque voltam com o cérebro meio 'adormecido' das férias.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

11 de jan de 2009

Hot potato


Esse jogo é bom para trabalhar vocabulário, uma variação do 'jogo da memória com cartazes', já mostrado nesse blog.

Você pega figuras em uma revista velha (a Caras tem figuras muito boas), recorta e cola em cartolina, do vocabulário que pretende trabalhar. Coloque os alunos em círculo e dê a eles uma bola, que devem ir passando para o aluno do lado.

Quando você disser 'stop' eles devem parar. Aí você mostra uma figura e o aluno que estiver com a bola diz o que é (em inglês ou espanhol). Para o jogo ficar interessante você pode colocar música e em vez de dizer 'stop', pára a música para mostrar a figura.

Outra variação é preparar perguntas sobre a lição ensinada, o aluno que está com a bola deve responder. Você pode também colocar frases sobre a lição e o aluno diz se a afirmação é falsa ou verdadeira. Você pode adaptar para trabalhar como quiser.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

10 de jan de 2009

Alfabeto com bola


Depois de ensinar o alfabeto em inglês aos alunos, peço que estudem e às vezes faço esse jogo com eles, e até com adultos dá muito certo, eles aprendem e se divertem.

Leva poucos minutos e tudo o que você tem que trazer é uma bola. Coloque-os em círculo, o primeiro (escolhido por você) deve dizer a primeira letra do alfabeto em inglês e jogar a bola para outro aluno que ele vai escolher. O aluno deve pegar a bola e dizer a letra seguinte. Quem erra sai e o jogo continua de onde parou, até sobrar só um aluno que será o vencedor.

Esse jogo não demora muito, eles dão muita risada, aprendem o alfabeto, e quem sai do círculo acaba aprendendo também. Não vale 'assoprar'. O alfabeto vai de A a Z e começa de novo até sobrar só o aluno vencedor.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

9 de jan de 2009

Dança das cadeiras


Uma adaptação da 'dança das cadeiras', esse jogo serve para trabalhar praticamente qualquer coisa.

Coloque as cadeiras em círculo no meio da sala, os alunos vão andando em volta delas. Deve haver uma cadeira a menos que o número de alunos.

Aí você vai combinar com eles quando devem se sentar. Você vai falando palavras e eles sentam quando você falar proparoxítonas, ou verbos, ou advérbios (no caso do português); podem ser verbos no passado ou no present perfect (inglês ou espanhol). Se for espanhol você pode ir dizendo verbos, eles se sentam nos verbos que trocam o por ue no presente, por exemplo. Tudo depende do que você quer trabalhar com eles.

Quando você diz a palavra que se encaixa no combinado eles se sentam, um vai ficar sem cadeira e esse aluno sai. Você tira uma cadeira e o jogo continua até ficar só uma cadeira para 2 alunos, o que sentar primeiro no momento certo ganha o jogo.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

8 de jan de 2009

True or false

Depois de uma lição muito extensa, ou com um texto muito difícil de interpretar, eu faço esse jogo, com turmas de intermediário, avançado ou aperfeiçoamento.

Crio várias frases a respeito da lição, os personagens, gramática e vocabulário, divido a classe em 2 grupos e vou lendo as afirmações. O grupo deve dizer se a frase é verdadeira ou falsa. Quando for falsa, devem explicar porque.

O grupo ganha ponto quando acerta ou quando o outro grupo erra. Ganha quem fizer mais pontos.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

7 de jan de 2009

Estátua viva

Quando um tempo extra (no final de uma aula, por exemplo) ou quando os alunos estão muito cansados, costumo brincar de 'live statue' com alunos do nível avançado ou aperfeiçoamento, porque para que o jogo dê certo eles tem que ter um bom vocabulário e domínio do idioma inglês ou espanhol.

Divido os alunos em 2 grupos, depois peço a um aluno que saia da sala. Faço um gesto bem louco (tipo colocar a mão esquerda na cabeça, levantar a perna esquerda, equilibrar um livro na testa, seja criativo...), depois mando o aluno que estava fora entrar e o grupo dele, através de comandos em inglês vai dizendo como ele deve ficar. Eles têm 2 minutos e ao final desse tempo eu e o grupo adversário vamos ver se o aluno ficou exatamente na mesma posição em que eu fiquei.

Eles só podem orientar o aluno em inglês (ou espanhol) e não podem fazer gestos, se fizerem serão desclassificados. Cada vez que conseguem fazer com que o colega fique na posição correta, o grupo ganha um ponto.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

6 de jan de 2009

Mímica

Antes de uma prova em inglês ou espanhol você pode brincar com eles de mímica para fixar melhor o vocabulário. Eu gosto de fazer esse jogo quando tenho muitos verbos novos, porque eles tendem a esquecer o que significam.

Escreva em pedaços de papel os verbos que entrarão na brincadeira (quanto mais, melhor). Você pode incluir verbos de várias lições e mesmo verbos que já aprenderam em livros anteriores para ficar mais interessante a brincadeira.

Divida a classe em 2 grupos, um jogando contra o outro. Escolha um aluno qualquer e mostre a ele o papel com o verbo que ele vai ter que 'representar'. Ele vai fazer a mímica correspondente ao verbo apresentado e os alunos vão dizendo os verbos que acham que ele está representando. O primeiro aluno que acertar, seu grupo ganha um ponto, até todos os verbos terem sido representados ou até esgotar-se o tempo que você tem.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

5 de jan de 2009

Cartazes das lições



Após uma lição com bastante vocabulário você pode trabalhá-las com seus alunos (principalmente dos cursos básicos, crianças e adolescentes) fazendo cartazes das palavras novas.

Peça aos alunos que tragam revistas velhas de casa se optar por fazer os cartazes em sala (o que eu acho que funciona melhor), ou peça que façam como tarefa. Eu prefiro sempre pedir o cartaz em grupos pequenos, de 3 ou 4 alunos, mas você pode optar por fazer como trabalho individual. Eu considero que em grupo o resultado é melhor porque quem sabe vai tomando a frente e quem não sabe tanto vai aprendendo.

Por esse mesmo motivo também prefiro fazer os cartazes em classe para ir orientando e também para não permitir que um elemento faça tudo enquanto os outros assistem, se eu vejo que isso está acontecendo troco o elemento do grupo (o que faz tudo ou o que não faz nada).

Forneça folhas de cartolina, cola, tesoura, caneta hidrográfica ou pincel atômico (ou peça para eles trazerem). Usando as revistas que trouxeram (se fizerem em classe) ou revistas velhas que têm em casa (se fizerem em casa) eles devem recortar as figuras correspondentes ao vocabulário e colocar os nomes embaixo. Eles podem colar quantas figuras encontrarem e colar da forma que acharem que fica mais bonito.

Cole os cartazes depois de prontos nas paredes da sala e peça aos alunos de outras salas (ou professores) para elegerem o que ficou melhor. Faça entrega de medalhas ou prêmios depois que todos já tiverem votado.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

4 de jan de 2009

Jogo da memória - cartazes



Já expliquei aqui como fazer o jogo da memória com DVD e com baralho, mas você também pode fazer com cartazes.

Para fazer os cartazes você pode usar cartolina, cortando cada folha em 4 partes e colando figuras que você pode tirar de revistas, para trabalhar o vocabulário que quer ensinar. Você também pode desenhar (se for boa nisso) ou baixar da internet e imprimir.

Algumas revistas são ótimas para encontrar figuras, eu sempre acho muitas imagens interessantes na revista Caras (sem querer fazer comercial da revista, já que não estou ganhando nada para isso). Se vai trabalhar vestuário escolha uma revista de moda, coisas da casa em revistas de decoração, e assim por diante.

Para fazer o jogo você vai mostrando as figuras e dizendo as palavras e os alunos repetem em coro, depois de você. Faça isso duas vezes, depois divida-os em 2 grupos e vá mostrando os cartazes e apontando alunos ora de um grupo, ora de outro, para dizerem a palavra. Quando o aluno apontado não sabe ou erra a palavra, qualquer aluno do grupo adversário pode responder.

O grupo ganha um ponto cada vez que um elemento do grupo acerta e quando terminarem os cartazes, é só somar os pontos para ver que grupo ganhou a competição.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

3 de jan de 2009

Jogo da memória - baralho



O jogo da memória é sempre útil quando temos muitas palavras para trabalhar em determinada lição. Eu já expliquei aqui como fazer um jogo da memória com DVD e hoje vou explicar como fazer um baralho para jogo da memória.

Dá um pouco de trabalho mas você poderá usar esse mesmo baralho sempre que for dar a mesma lição, ou usar de novo no final do ano para fazer a revisão. O ideal é fazer com papelão ou com qualquer material grosso, pode ser com isopor também. Você vai ter que cortar 2 quadrados de isopor para cada palavra que quer trabalhar.

Para cada palavra, em 1 quadradinho você coloca a palavra escrita e no outro, a figura. Você vai formando os pares de palavras e figuras até o baralho ficar pronto e você já ter todas as palavras.

Para jogar você pode formar 2 grupos de alunos, os alunos do grupo A jogam contra os alunos do grupo B. Você escolhe 1 aluno de cada grupo e coloca todas as cartas de seu baralho com as figuras e palavras de cabeça para baixo, de formas que eles não possam ver o que está na carta de baralho. O primeiro aluno vira duas, tentando formar par. Se forem diferentes, vira a carta do jeito que estava de novo e eles têm que ir memorizando o lugar onde estão.

Quando o aluno acerta, fica com as duas cartas e tem o direito de virar mais duas cartas, até acabarem todas. Terminando o jogo, 2 outros alunos entram e os grupos vão fazendo seus pontos. Cada aluno que ganha, o grupo dele ganha um ponto.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

2 de jan de 2009

Jogo da memória - DVD

Se em determinada lição você tem muitas palavras novas para introduzir, que tal um jogo da memória? O ideal é fazer o jogo antes da lição porque assim seus alunos terão mais facilidade para aprender as palavras dentro do contexto e você gastará menos tempo para passar a matéria.

Você pode fazer o jogo da memória de diversas maneiras, aqui vou explicar como fazer o jogo da memória com um DVD de imagens. Em primeiro lugar você escolhe as palavras que quer introduzir antes da lição, se forem muitas divida-as em grupos de 10 para ficar mais fácil.

Depois de escolhidas as palavras procure na internet com o Google na pesquisa de imagens, mas você pode procurar imagens em outros sites, como Yahoo, Uol, Hotmail, etc. Escolha imagens onde a palavra nova que você quer trabalhar esteja bem clara (ski - um par de esquis, dog - um cachorro bem fofo, etc). Não escolha imagens com muitas coisas juntas porque eles podem não identificar o que você quer ensinar.

Crie uma pasta no seu computador para ficar mais fácil encontrar depois e baixe cada imagem que for encontrando, para ficar mais fácil renomeie todas com a palavra correspondente. Quando tiver baixado todas as imagens, você grava um DVD de imagens. Existem vários programas para gravar DVD, se você não tem nenhum em seu computador, entre no site Baixaki e faça uma busca por 'gravador de cd e dvd', escolha o programa que mais gostar e baixe em seu computador. Eu uso o Nero, mas todos fazem basicamente a mesma coisa.

Divida seus alunos em 2 grupos e passe o DVD de figuras para eles, a cada figura diga o nome dela e eles devem repetir depois de você. Use o 'pause' para que não vá muito depressa e eles tenham tempo de memorizar. Se forem muitas palavras, passe no máximo 10 e volte ao início. Eu sempre passo duas vezes.

Na terceira vez você põe a figura e aponta um aluno, ora de um grupo, ora de outro, para dizer a palavra correspondente à figura. Se o aluno escolhido não souber, qualquer aluno do grupo contrário pode se candidatar a responder.

O grupo só ganha 1 ponto se um de seus elementos disser corretamente a palavra. Faça isso com todas as figuras e no final, veja qual grupo ganhou.

assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...