6 de abr de 2009

Como trabalhar com os "board games"

Eu coloquei aqui uns modelos de board game fáceis de configurar porque estão no word, você pode acrescentar em cada quadrinho a matéria que quiser aprofundar ou trabalhar.

Sugiro que coloque também uns quadrinhos com frases como "perde a vez", "duas casas adiante", uma casa atrás", etc. Isso serve para dar mais emoção ao jogo.

Uma vez pronto você pode imprimir numa folha grossa (da Filipaper) e depois passar Contact, assim dura a vida inteira. Também é bom porque nunca se sabe quando os alunos estarão com a mão molhada ou suja.

Eu tenho um dado colorido, daqueles de espuma que se encontra baratinho nessas lojas de brinquedo ou de 1,99. O meu acho que custou isso mesmo, portanto não é um investimento expressivo e serve sempre. Também providenciei 3 fichinhas para jogar sempre, e elas estão via de regra comigo, para uma eventualidade... rsss

Como tenho classes grandes, costumo dividí-las em 2 ou 3 grupos e peço para que decidam a ordem em que os seus elementos irão jogar. Com o primeiro jogador de cada grupo inicio a primeira rodada.

Jogam-se os dados para decidir a ordem em que irão jogar, quem tira mais joga primeiro e assim em ordem decrescente, dessa forma tenho 2 ou 3 jogadores (representando seus grupos, que eu costumo identificar por cores, na aula de inglês fica blue, red, yellow, etc). Definida a ordem em que jogarão sempre (e que mantenho depois, mesmo nas outras jogadas: primeiro o grupo blue, depois o red e em terceiro o yellow), o primeiro joga o dado e conta as casas, para na casa correspondente ao número que tirou no dado e se responder corretamente fica nessa casa, se não souber continua na casa em que estava antes de jogar.

Quem terminar primeiro vence a rodada, marco ponto para o grupo e começo a segunda rodada da mesma forma, com os segundos elementos de cada grupo. Normalmente não jogo mais de 3 rodadas, a não ser que esteja com um board game grande (como o que postei no blog SOS-inglês online) porque as perguntas começam a se repetir muito.

Normalmente levo alguma coisa para dar aos elementos do grupo que ganhou (um bis para cada um, por exemplo) e para os elementos dos outros grupos dou um prêmio de consolação - uma balinha para cada um. Costumo premiar todos pela participação porque como trabalho com adolescentes e pré-adolescentes eles costumam ficar chateados se não ganham nada. Uma balinha de hortelã é o suficiente para que fiquem consolados. Afinal o prêmio é de consolação mesmo, não é?


assinatura

Gostou do blog? Recomende e volte sempre!
Contato

3 comentários:

  1. Querida, obrigadíssima pela resposta de pronto!Vou fazer meus board games hoje mesmo, do jeitinho que você indicou, e na aula que vem já vou aplicar nas turmas,pois também não gosto de improvisação e acredito que o visual é importante.
    Depois conto pra você como eles reagiram!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Zailda! Estou preparando os board games e me deparei com uma dúvida: com a turma divida em dois grupos, os board games são iguais, ou você prepara um diferente do outro?

    Abraços e obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana Paula!
    Não, é um board game só, os grupos escolhem a ordem na qual seus representantes irão jogar e jogam um contra o outro, ou seja, um aluno de cada turma de cada vez. Quando termina uma rodada os segundos de cada turma jogam um contra o outro, e assim por diante.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, por favor, leia a "Política de Publicação de Comentários" do blog para assegurar-se de que seu comentário será publicado.
Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...